Como lidar com a incidência cada vez maior de insegurança na área digital? A diversidade de crimes cibernéticos engendrará um código penal específico? O Brasil está preparado para enfrentar os cibercriminosos? Quais as principais diferenças regulatórias em cada país?

Estas questões serão respondidas por Louise Hurel, coordenadora dos projetos do programa Segurança Cibernética e Liberdades Digitais do Instituto Igarapé e doutoranda em mídia e comunicações na London School of Economics, e Priscila Figueiredo, mestre em Direito da Sociedade da Informação.

Louise Marie Hurel – Pesquisadora na área de Segurança Cibernética e Liberdades Digitais do Instituto Igarapé e doutoranda em Mídia e Comunicações na London School of Economics

Priscila Figueiredo – Mestre em Direito da Sociedade da Informação